Soure mantém feira ao sábado

. sexta-feira, 2 de fevereiro de 2007
  • Agregar a Technorati
  • Agregar a Del.icio.us
  • Agregar a DiggIt!
  • Agregar a Yahoo!
  • Agregar a Google
  • Agregar a Meneame
  • Agregar a Furl
  • Agregar a Reddit
  • Agregar a Magnolia
  • Agregar a Blinklist
  • Agregar a Blogmarks


A Câmara Municipal de soure vai manter a realização da feira ao sábado, após seis meses de experiência. Na última reunião do executivo, a vereadora Manuela Santos, que propôs a realização da feira ao sábado, de forma a poder satisfazer a necessidade da população que, por diversos motivos, não poderia participar à tradicional feira da segunda-feira, fez um balanço positivo da iniciativa.
De acordo com a autarca, a feira ao sábado “aos poucos tem ganho dinamismo” enquanto que por outro lado “complementa o mercado dos bens alimentares”. Manuela Santos refere que “há satisfação por parte dos vendedores e dos consumidores” como também no “comércio local” uma vez que “trouxe mais movimento”. Quem também não tem dúvidas sobre a importância da realização da feira ao sábado é o presidente da Câmara Municipal. João Gouveia diz que “a manter o nível de evolução podemos concluir que foi mais uma aposta ganha”. Entretanto, a autarquia alterou o local de funcionamento do tradicional “mercado dos produtores”, uma vez que estava instalado num espaço que “não reúne as melhores condições e que não garante a saúde pública”, como refere Manuela Santos.
Desta forma, a partir de 5 de Fevereiro a autarquia decretou a “proibição total” da realização do mercado no espaço onde tem vindo a realizar-se, passando os produtores a ocupar as bancas nos dois edifícios do mercado municipal. Uma iniciativa que para João Gouveia traduz-se no “excelente trabalho” desenvolvido pela vereadora eleita pela CDU.
O autarca socialista deu a conhecer que está em elaboração um novo regulamento de funcionamento do mercado que será acompanhado também por um novo tarifário de terrados, já que no seu entender “o actual tarifário está supraultrapassado”.