Região vai perder 36 Serviços de Atendimento Permanente

. segunda-feira, 26 de março de 2007
  • Agregar a Technorati
  • Agregar a Del.icio.us
  • Agregar a DiggIt!
  • Agregar a Yahoo!
  • Agregar a Google
  • Agregar a Meneame
  • Agregar a Furl
  • Agregar a Reddit
  • Agregar a Magnolia
  • Agregar a Blinklist
  • Agregar a Blogmarks


De acordo com uma lista elaborada pelo Ministério da Saúde, em Agosto de 2006, a Região Centro será mais penalizada no encerramento de Serviços de Atendimento Permanente (SAP), confirmando os rumores de então.
.
No ano passado, as populações dos concelhos de Condeixa, Lousã, Miranda, Penacova, Soure e Vila Nova de Poiares, assim como de Coimbra (Centro de Saúde do Norton de Matos), viram cumpridas as suas piores expectativas com o encerramento dos respectivos SAP.
Em toda a Região Centro, o distrito de Coimbra foi o único a ser atingido, mas sabe-se agora que a lista, elaborada em Agosto de 2006, é bastante mais extensa, compreendendo 36 SAP, num total nacional de 56 que deverão encerrar.
.
A lista, agora tornada pública pela televisão TVI, prevê que, para além dos sete SAP já encerrados na região, venham a deixar de funcionar em Castelo de Paiva, Mealhada, Oliveira do Bairro, Sever do Vouga, Vale de Cambra, Oleiros, Góis, Montemor-o-Velho, Oliveira do Hospital, Penela, Tábua, Aguiar da Beira, Almeida, Celorico da Beira, Figueira de Castelo Rodrigo, Fornos de Algodres, Gouveia, Manteigas, Meda, Pinhel, Sabugal, Trancoso, Nazaré, Marinha Grande, Armamar, Castro Daire, Resende, Santa Comba Dão e Vouzela.O encerramento destes serviços estará dependente da reestruturação da urgências hospitalares e provocou manifestações de descontentamento, perante os rumores de fecho dos serviços, que agora se confirma estarem nos planos do Governo.
.
Diário de Coimbra