Coordenador Alberto Jorge Cruz

. domingo, 3 de junho de 2007
  • Agregar a Technorati
  • Agregar a Del.icio.us
  • Agregar a DiggIt!
  • Agregar a Yahoo!
  • Agregar a Google
  • Agregar a Meneame
  • Agregar a Furl
  • Agregar a Reddit
  • Agregar a Magnolia
  • Agregar a Blinklist
  • Agregar a Blogmarks

Grupo soma medalhas, sonhos e ambições com os pés assentes nas saliências da paredes
.
Professor de Educação Física há 20 anos, Alberto Cruz cedo, 40 anos, Professor e Casado, desenvolveu uma paixão pela escalada. Começou por praticar, mas depressa percebeu que era melhor a ensinar. Quando, há três anos, com a sua chegada a Soure, teve a oportunidade de criar dentro do Desporto Escolar um núcleo de escalada não hesitou. Hoje sente orgulho no trabalho desenvolvido e projectos para o futuro não faltam. Quem por vezes não gosta muito das ideias que tem é a família, a esposa e uma filha, pois Alberto passa na escola cerca de 12 horas por dia.
.
NES irá tornar-se numa associação
.
O Núcleo de Escalada do Agrupamento de Escolas de Soure (NES) tornou-se num caso sério no concelho e na região. O que há três anos começou por ser mais uma modalidade de Desporto Escolar na escola rapidamente se transformou num pólo de interesse para alunos das escolas do agrupamento e de outras da região. Por ora apenas os estudantes podem praticar a modalidade. No entanto, devido ao entusiasmo da população em geral, os responsáveis pelo NES estão a preparar uns estatutos que lhes irá permitir transformar o núcleo numa associação onde qualquer pessoa se poderá tornar sócia e praticar a modalidade.
.
Atleta
.
"Comecei por vir ver o meu irmão a treinar. Quando vim para a escola inscrevi-me logo. Adoro isto, além de que é um incentivo para estudar sem boas notas não há treinos"
Atleta
.
"Há três anos quando houve uma apresentação sobre esta modalidade aqui na escola fiquei fascinado. Inscrevi-me e hoje trabalho por etapas até chegar aos europeus e mundiais".
.
Atleta
.
"Aderi a este deporto sobretudo pelo desafio de testar os meus limites físicos. Hoje as ambições são outras, tenciono tornar-me uma atleta federada para trabalhar para a alta competição".
.
Atleta
.
"Sou uma apaixonada por desporto. Todos os anos experimentava uma modalidade nova. Neste estou para ficar. Treino em média quatro horas por dia para chegar aos mundiais".