Papa-quilómetros fazem 80 assaltos

. sexta-feira, 18 de janeiro de 2008
  • Agregar a Technorati
  • Agregar a Del.icio.us
  • Agregar a DiggIt!
  • Agregar a Yahoo!
  • Agregar a Google
  • Agregar a Meneame
  • Agregar a Furl
  • Agregar a Reddit
  • Agregar a Magnolia
  • Agregar a Blinklist
  • Agregar a Blogmarks


Os arguidos, cinco rapazes e duas raparigas, confessaram envolvimento nos assaltos, mas negaram a existência de um líder, mostrando-se arrependidos. Conhecido como ‘gang papa-quilómetros’, o grupo – que tem processos noutras comarcas – responde na Lousã por 18 crimes de furto simples, furto e uso de veículos, roubo e condução ilegal em Penela, Lousã, Coimbra, Condeixa-a-Nova, Soure, Figueira da Foz, Montemor-o-Velho, Miranda do Corvo, Ansião, Alvaiázere, Fátima, Ourém e Tomar.
.
João S., de 27 anos – o único em prisão preventiva e indiciado como o cabecilha – confessou que “abria os carros com uma gazua” ou “fita plástica”, explicando que “os veículos eram usados dois, três dias, às vezes em furtos, e depois abandonados”, e que o dinheiro conseguido nos assaltos ou na venda de material roubado “era dividido entre todos”. Segundo a acusação, os suspeitos assaltavam também “pessoas sob a ameaça de armas brancas e com agressões físicas”.
.
O Ministério Público constituiu ainda arguidos sete receptadores, entre eles um mecânico, um vendedor de automóveis e um vigilante.