Burlam idosos dizendo que o euro vai acabar

. sexta-feira, 16 de maio de 2008
  • Agregar a Technorati
  • Agregar a Del.icio.us
  • Agregar a DiggIt!
  • Agregar a Yahoo!
  • Agregar a Google
  • Agregar a Meneame
  • Agregar a Furl
  • Agregar a Reddit
  • Agregar a Magnolia
  • Agregar a Blinklist
  • Agregar a Blogmarks

Duas idosas foram burladas, no concelho da Figueira da Foz, por dois indivíduos que, num dos casos, se fizeram passar por funcionários da Segurança Social. O conto do vigário rendeu, nos últimos três dias, oito mil euros aos dois suspeitos, que continuam por identificar.
.
O mais recente caso aconteceu ontem quando, pela manhã, uma idosa, de 87 anos, residente em Bizorreiro de Lavos, na freguesia de Lavos, foi burlada em cerca de dois mil euros.
.
"Os suspeitos são dois homens que, segundo a vítima, eram bem aparentados, na casa dos 30 anos. Como foram educados e bem falantes, a vítima não suspeitou de nada", contou fonte da GNR do Paião.
.
Ao que o JN apurou, os dois burlões abordaram a idosa, que reside sozinha, dizendo-lhe que "o euro ia sair de circulação". "Disseram à senhora que faziam a troca de notas e a idosa foi a casa para ir buscar o dinheiro. Um dos homens acompanhou-a a casa e, quando a mulher foi buscar cerca de 2000 euros que tinha numa lata, tirou-lhe o dinheiro", acrescentou a mesma fonte. Depois, os vigaristas fugiram num automóvel branco.
.
De acordo com as autoridades, esta não terá sido a primeira "actuação" daquele duo. Há três dias, em Porto Liceia, freguesia das Alhadas, Figueira da Foz, outra idosa, de 71 anos, também caiu no "conto do vigário".
.
"Os métodos utilizados para a burla foram exactamente os mesmos pelo que há suspeitas que sejam os mesmos indivíduos", admitiu, ao JN, fonte policial.No caso das Alhadas, o montante envolvido na burla ronda os seis mil euros. Ali, os dois homens fizeram-se passar por funcionários da Segurança Social.
.
.
Vítima em Soure
.
.
Ambos os casos anteriores vão ser investigados pelo Núcleo de Investigação Criminal da GNR de Montemor-o-Velho, mas foi registado ainda uma outra situação semelhante , em Casais das Camarinheiras, Soure, na qual um homem, de 82 anos, foi burlado em cerca de 3500 euros.
.
O idoso foi abordado por dois supostos funcionários da Segurança Social que lhe disseram que o euro ia sair da circulação. O idoso foi a casa buscar o dinheiro acompanhado por um dos homens, que de seguida fugiu com o companheiro da burla. Fonte da GNR de Soure diz que a vítima afirmou que os burlões aparentavam ter entre 30 e 50 anos.
.
In Jornal de Notícias