Comissão Administrativa está a assegurar a gestão corrente do clube

. domingo, 29 de junho de 2008
  • Agregar a Technorati
  • Agregar a Del.icio.us
  • Agregar a DiggIt!
  • Agregar a Yahoo!
  • Agregar a Google
  • Agregar a Meneame
  • Agregar a Furl
  • Agregar a Reddit
  • Agregar a Magnolia
  • Agregar a Blinklist
  • Agregar a Blogmarks

Entretanto, uma Comissão de Avaliação/Auditoria está a fazer um levantamento exaustivo da situação actual do clube.
.
Realizou-se no último dia 31 de Maio, com uma forte afluência de sócios, talvez devido à instabilidade que o clube tem vivido nos últimos tempos, a Assembleia Geral do Grupo Desportivo Sourense, no entanto dos três pontos que integravam a ordem de trabalhos, nenhum foi alvo de aprovação.
.
O primeiro dizia respeito à aprovação das Contas do ano 2006/2007. Neste ponto, o presidente demissionário da Direcção, Sousa Domingues, adiantou que devido às "vicissitudes" que o clube tem vivido nos últimos tempos, não foi possível organizar a documentação necessária para a discussão do referido ponto.
.
No ponto dois, em que estava prevista a análise financeira do clube, o mesmo ficou de imediato inviabilizado pela inexistência de qualquer documento que servisse minimamente de base para o efeito.
.
Desta forma, sem ser conhecida a actual situação do clube, concretamente de ordem financeira, foi entendimento de vários sócios, designadamente Gil Soares, ex-presidente do clube, não avançar para a eleição de novos Corpos Sociais, nem tão pouco se estar a dissecar o cenário actual, visto que não existiam dados para tal, apesar de Ângelo Penacho ter adiantado ser portador de uma lista a defender que dada a necessidade de preparar a nova época desportiva do clube, entendia que deveriam ser eleitos novos Órgãos Sociais na presente sessão.
.
Gil Soares referiu que, mais importante do que a preparação da nova temporada, que no seu entender, a Direcção que vier a ser eleita, terá tempo para efectuar esse trabalho, "é salvar" o clube de um eventual encerramento das suas portas, como "já sucedeu com outros clubes", recordou.
.
Gil Soares não adiantou em momento algum, se é seu propósito vir a apresentar uma lista, contudo, a avaliar pela preocupação que demonstrou pela actual situação do clube, essa hipótese é muito bem possível.
.
O associado José Gomes Figueiredo sugeriu que a melhor opção era criar uma Comissão Administrativa e uma Comissão de Avaliação/Auditoria, a primeira para fazer a gestão do clube, até ao momento em que a segunda, tiver terminado o seu trabalho de auditoria à verdadeira situação do clube.
.
João Gouveia, também na qualidade de associado, subscreveu a proposta anterior e sugeriu que os trabalhos fossem suspensos por 10 minutos, a fim de serem elaboradas as listas, com vista à composição das referidas comissões, acabando as mesmas por serem votadas e aprovadas, após a realização de escrutínio secreto.
.
Deste modo, a Comissão Administrativa composta por Manuel Roxo, Henrique Augusto da Costa Neves, Deusidino Manuel Cardoso Andrade e Ana Catarina Rodrigues da Costa Neves, irá assegurar a gestão corrente do clube, até ao momento em que a auditoria ao clube estiver terminada, o que deve demorar cerca de três semanas, desde a data desta Assembleia, e sendo marcada na altura nova Assembleia Geral.
.
Compõem a já referida Comissão de Avaliação/Auditoria, Gil Soares, José Gomes Figueiredo e Fernando Rodrigues Santos.
.
Entre outras intervenções na área desportiva, o associado Manuel Quaresma lamentou o facto do G.D. Sourense não vir apostando nos últimos anos, como deveria, nas camadas jovens que poderão ser "o garante do futuro do clube", alertando que com a política que vem sendo seguida neste aspecto, "um dia destes pode ser tarde", acrescentando ainda ter muitas dúvidas sobre se os apoios dados pela autarquia ao funcionamento das camadas jovens, foram efectivamente canalizados para as mesmas.
.
In O Popular de Soure