GNR “vasculhou” Feira de São Mateus

. domingo, 21 de setembro de 2008
  • Agregar a Technorati
  • Agregar a Del.icio.us
  • Agregar a DiggIt!
  • Agregar a Yahoo!
  • Agregar a Google
  • Agregar a Meneame
  • Agregar a Furl
  • Agregar a Reddit
  • Agregar a Magnolia
  • Agregar a Blinklist
  • Agregar a Blogmarks

O Grupo Territorial da GNR de Coimbra levou a efeito uma gigantesca operação na madrugada de ontem, que envolveu 60 militares dos destacamentos de Cantanhede, Montemor-o-Velho, Coimbra e Lousã. O objectivo da operação, que incidiu na fiscalização de estabelecimentos de diversão nocturna e fiscalização rodoviária, visou a detecção de armas, drogas, álcool, prostituição e ilícitos fiscais e aduaneiros.
.
A operação, que decorreu nos concelhos de Cantanhede, Montemor-o-Velho e Soure, começou ao início da madrugada e terminou às 10h00 da manhã de ontem e, de acordo com o comandante do destacamento da GNR de Cantanhede, tenente Sandro Oliveira, foram fiscalizados vários estabelecimentos nocturnos que redundou na identificação de 22 cidadãos estrangeiros, dois dos quais ficaram detidos por não possuírem documentação legal de permanência no país e outros dois foram notificados para abandonarem o território nacional por terem caducados os documentos (vistos) de permanência em Portugal.
.
Foram ainda levantados 18 autos de notícia, nove por infracções ao código da estrada e outros nove por ilícitos fiscais e aduaneiros, estes detectados manhã cedo, por volta das 7h00, na feira de S. Mateus, em Soure, onde os militares cercaram o recinto e inspeccionaram praticamente todos os vendedores que ali se encontravam. Quando o oficial que comandou as operações fala em «ilícitos fiscais e aduaneiros» referia-se a material “pirata” à venda na feira.
.
No rescaldo da operação ainda foram contabilizadas três contra-ordenações por posse de estupefacientes (em quantidades mínimas consideradas para consumo próprio de quem os possuía) e duas detenções por condução sob o efeito do álcool.
.
In Diário de Coimbra
by José Carlos Silva