Lançamento da Plataforma de Sites para as USF

. quarta-feira, 3 de setembro de 2008
  • Agregar a Technorati
  • Agregar a Del.icio.us
  • Agregar a DiggIt!
  • Agregar a Yahoo!
  • Agregar a Google
  • Agregar a Meneame
  • Agregar a Furl
  • Agregar a Reddit
  • Agregar a Magnolia
  • Agregar a Blinklist
  • Agregar a Blogmarks



Foi lançada no final da semana passada a Plataforma de informação Online destinada aos Sites das Unidades de Saúde Familiar, a qual arrancou com um grupo piloto.

Desta forma, a USF de Fânzeres junta-se à USF de São Julião e USF Vitasaurium (respectivamente em funcionamento nos Centros de Saúde de Rio Tinto, Oeiras e Soure), no criação do seu espaço de partilha de informação e comunicação com o utente.

O Projecto MicroSites USF insere-se num plano estratégico da ACSS em conjunto com a SGMS - Secretaria Geral do Ministério da Saúde para disponibilização de Microsites às diversas entidades do SNS. Neste caso o enfoque são as Unidades de Saúde familiar, que prestam cuidados de saúde primários e estão localizadas nos Centros de Saúde.

Como a quase totalidade das USF carece de uma melhor organização da informação que presta ao seu Utente, quer através de serviços informativos, quer transaccionais e mesmo alguns que visam o agilizar de processos e papeis, surgiu a necessidade de desenvolver uma Plataforma para dotar cada USF do seu Sitio na Internet.

A ACSS garante a disponibilização da plataforma, bem com a coordenação de uma equipa técnica de suporte ao desenvolvimento dos diversos MicroSites, através da coordenação com os responsáveis e Gestores de Projecto da ACSS, Missão e USF.

Os Objectivos definidos para este Projecto:
.
Criar uma infra-estrutura comum a todos os prestadores de cuidados de saúde primários, sejam estes USF, Unidades de Cuidados Continuados Integrados, Unidades de Saúde Pública, etc., permitindo, no futuro, uma oferta comum ou transversal de serviços. Por exemplo, a marcação de consultas online ou a consulta do processo clínico electrónico.
.
Criar uma identidade e uma presença na Internet comum a todos os prestadores de cuidados de saúde primários, consolidando desta maneira a imagem do SNS;
.
Facilitar a orientação do utilizador numa estrutura de conteúdos partilhada;
.
Facilitar a gestão dos recursos do próprio prestador, uma vez que todos os prestadores terão ao seu dispor um site cuja construção leva apenas alguns minutos, com manutenção técnica assegurada pela ACSS, suporte fornecido pela Secretaria-Geral e pela equipa de manutenção associada ao Portal da Saúde, e, em simultâneo, gestão de conteúdos local.
.
Até ao final do ano o objectivo/ desafio é ter na Plataforma a presença Online de todas as USF a nível nacional, já beneficiando de um conjunto de serviços transaccionais e de mais valia para a comunidade e cidadão.
.