Soure: Acidente ‘ceifa’ a vida de um Amigo

. quarta-feira, 5 de novembro de 2008
  • Agregar a Technorati
  • Agregar a Del.icio.us
  • Agregar a DiggIt!
  • Agregar a Yahoo!
  • Agregar a Google
  • Agregar a Meneame
  • Agregar a Furl
  • Agregar a Reddit
  • Agregar a Magnolia
  • Agregar a Blinklist
  • Agregar a Blogmarks

Foi colaborador das rádios de Pombal, durante vários anos foi voluntário activo dos bombeiros de Pombal. Actualmente era técnico do INEM e estava a tirar o curso de enfermagem na escola Superior de Enfermagem de Coimbra.

Carlos Silva Faleceu ontem ao inicio da tarde vitima de um acidente de viação, no IC2, ao quilómetro 164, perto de Vendas Novas, no limite dos concelhos de Pombal e Soure.

O veículo onde seguia Carlos Silva, que vinha de Coimbra para Pombal, foi abalroado por um pesado de mercadorias que ao travar entrou em despiste e fora de controlo fez o efeito de tesoura, acabando por colher o ligeiro de passageiros em que seguia o jovem pombalense.

A violência do embate obrigou as equipas de socorro, composta por 12 bombeiros e cinco viaturas dos voluntários de Soure, a uma delicada e demorada operação de desencarceramento. Já o condutor do pesado de mercadorias, segundo fonte da Brigada de trânsito em declarações ao «Diário as Beiras» “ficou gravemente ferido”. No entanto e segundo o mesmo jornal, ao final do dia, a chefe de serviço de Urgência do Hospital dos Covões, para onde foi transportado – Paulo Paz Pires de 62, residente em Ansião –chegou “consciente e estável”.

Carlos Silva, 38 anos de idade, era casado e actualmente residia em Buarcos na Figueira da Foz, viajava diariamente de Coimbra onde trabalhava e estudava, para Pombal onde tinha forte ligação familiar, uma vez que aqui residem pais e sogros, que ficavam com a sua filha de 14 anos de idade, que ele vinha para vir buscar como diariamente acontecia.

À família enlutada e amigos, um abraço de força neste momento de dor, e quanto ao Carlos um até Sempre!
.
In Rádio Cardal