Apoio domiciliário dá resposta às necessidades dos mais velhos

. quarta-feira, 29 de abril de 2009
  • Agregar a Technorati
  • Agregar a Del.icio.us
  • Agregar a DiggIt!
  • Agregar a Yahoo!
  • Agregar a Google
  • Agregar a Meneame
  • Agregar a Furl
  • Agregar a Reddit
  • Agregar a Magnolia
  • Agregar a Blinklist
  • Agregar a Blogmarks


MARIA DA SAUDADE DUARTE lidera a mais recente IPSS de Soure
.
.
.
Tapéus deixou de ser a única freguesia do concelho de Soure
a não ter uma IPSS para responder às carências sociais
.


■ Maria da Saudade Duarte, directora técnica e presidente da direcção da ADESTA, com sede em Tapéus, Soure, afirmou ao nosso jornal que esta IPSS «está em plena actividade e com gran- de dinamismo, satisfazendo as necessidades dos seus utentes e estabelecendo uma relação de proximidade».


«O crescente aumento do número de idosos em apoio domiciliário vai ao encontro do conhecimento que inicialmente tínhamos da zona e que justifi- cou a criação deste serviço», explicou.


Tapéus era a única freguesia do concelho de Soure que não dispunha de qualquer equipa- mento social, por isso «parece-nos importante a colaboração de todos para continuar a implementar todas as actividades da associação», referiu ao nosso jornal a presidente da Associação de Desenvolvimento Social, Cultural e Desportivo da Freguesia de Tapéus.


Foi em finais de 2008 que esta IPSS (Instituição Particular de Solidariedade Social) iniciou o Serviço de Apoio a Idosos, em instalações provisórias cedidas pela junta de freguesia local.


«Na área dos idosos, a ADESTA iniciou em Novembro passado o Serviço de Apoio Domiciliário, em que são prestados cuidados individualizados e personalizados no domicílio a indivíduos e famílias que precisam de satisfazer as suas necessidades básicas para a sua vida diária. No primeiro mês a associação deu apoio a oito idosos», contou Maria da Saudade Duarte, acrescentando que actualmente, e após cinco meses de funcionamento, são já apoiados 19.


Entretanto, em Janeiro de 2009, esta entidade estabeleceu um protocolo com a Câmara Municipal de Soure para a alimentação de 38 crianças da Escola Básica e Jardim-de-Infância de Tapéus.


Na totalidade a associação fornece, diariamente, cerca de 68 refeições. «Podemos concluir que a ADESTA está em plena actividade, com grande dinamismo, satisfazendo as necessidades dos seus utentes e estabelecendo uma relação de proximidade», afirmou, observando que «o crescente aumento do número de idosos em apoio domiciliário vai ao encontro do conhecimento que inicialmente tínhamos da zona e que justificou a criação deste serviço».


Refira-se que a ADESTA, para desenvolver as suas acções, conta actualmente com o apoio da Segurança Social, do município de Soure e da freguesia de Tapéus.


No entanto, segundo a presidente, e apesar de toda esta colaboração,«estamos com algumas dificuldades financeiras, mas, esperamos durante o ano de 2009 poder ter mais apoio da Segurança Social», nomeadamente, «no Serviço de Apoio Domiciliário (aumento do Protocolo) e um maior apoio da Junta de Freguesia de Tapéus».
.
Escrito por Gil Alves (Director do Jornal "Preto no Branco")
In Diário de Coimbra